A beleza de Nova Petrópolis (RS)

Quem estiver pensando em visitar o Rio Grande do Sul, já tem uma parada obrigatória para conhecer a beleza da cidade de Nova Petrópolis. Localizada na Serra Gaúcha, a região sofria no século XIX com a insegurança e a violência pela constante disputa de terras entre portugueses e espanhóis. Não dispondo o Brasil de nenhum exército para defender a honra e manter a segurança do país, o governo convenceu imigrantes europeus de que o lugar oferecia inúmeras vantagens, como paz, alimento, pastagens, cidadania e, principalmente, direito à posse de terras. O objetivo disso era de que, portanto, os imigrantes que ali chegassem, defendessem a sua terra e servissem como uma tropa para manter a disciplina interna.

Sendo assim, na mesma época, a região Sul foi invadida por pessoas vindo da Europa, que desalojaram os índios caingangues que dominavam o território até então. Com isso, mais brancos chegavam no local, diversificando a população que, até então, era essencialmente mestiça e negra. E ali, em Nova Petrópolis, chegaram os imigrantes da Boêmia, Saxônia, Pomerânia e Hunsrück, fundando, em 7 de setembro de 1858, o município que, até hoje, preserva inúmeras tradições e traços que remetem à cultura germânica. Uma prova viva disso é a arquitetura, que conta com casas históricas em estilo enxaimel. Essas consistem em paredes montadas com pedras e tijolos e que contam com o auxílio de hastes de madeira em posições verticais, horizontais e inclinadas.

Berço do cooperativismo de crédito no Brasil, a beleza natural de Nova Petrópolis também não fica para trás, encantando cada vez mais turistas que por ela passam. Com as ruas e praças enfeitadas o ano todo, a natureza manda um convite para que todos voltem sempre. Porém, se o intuito da sua viagem for compras, o lugar é uma excelente pedida, uma vez que o município é o maior centro de produção de malhas de toda a Região das Hortênsias. Sendo assim, ao mesmo tempo em que você curte as paisagens, ainda pode garantir as melhores e mais baratas blusas em tricô e lã de todo o Sul do Brasil. Ficou curioso e está querendo conhecer um pouco mais desse município gaúcho tão querido? Pois o Candeias, o maior clube de turismo programado para você e a sua família, dá 5 dicas dos principais pontos turísticos, para você não perder nada quando for a visitar. Vamos a eles:

1. Praça das Flores e Labirinto Verde: A Praça das Flores, ou Praça da República, está localizada no centro da cidade, contando com uma rua coberta para que os turistas possam degustar um café e, ao mesmo tempo, aproveitar a paisagem encantadora. Florida o ano todo, ela ainda possui um popular labirinto verde de ciprestes, que desafia os seus visitantes a acharem o seu centro e a sua saída. E para quem quer fazer compras de lembranças da cidade, há lojinhas com souvenires prontos para bem atender. Além disso, o lugar ainda conta com banheiros públicos e bancos, para degustar o tradicional chimarrão com os amigos, de forma totalmente gratuita.

2. Parque Aldeia do Imigrante: O Parque Aldeia do Imigrante preserva a cultura e as tradições germânicas da cidade. Sempre, aos finais de semana, as tradicionais bandinhas tocam no salão de baile e animam os visitantes que por lá passam para conferir as lojas de artesanato, produtos coloniais, malharias e apresentações folclóricas. Dentro do Parque ainda há uma cervejaria que comercializa o chopp artesanal e os petiscos alemães. Entre os pratos mais servidos estão o “Kartoffelkuchelchen” (bolinho de batata) e o Sauerkraut (chucrute). Além disso, a Aldeia Histórica preserva os prédios em enxaimel e conta com construções e locais que abrigavam antigos pontos da cidade. São eles: a casa paroquial, a ferraria, o cemitério, o estúdio fotográfico, a capela, a escola, a cantina, a casa do sapateiro, o museu histórico e, por fim, a réplica da primeira e mais antiga sede de cooperativismo de crédito na América Latina.

3. Ninho das Águias: Quem quer se encantar com as paisagens da cidade precisa ir até o Ninho das Águias para visualizar de perto tudo o que ela reserva de melhor. Próximo à natureza, o lugar é o ponto de encontro de paraquedistas, com competições e campeonatos de voo de asa delta e paraglider durante todos os meses, na época de março a novembro. Situado a 590 metros de altura, o local conta com uma vista panorâmica que atrai, a cada ano, mais e mais pessoas. Ainda, há quiosques que possuem churrasqueiras, locais para compra de lanches e bebidas, internet wireless, banheiros, entre outras atrações.

4. Antiga Câmara de Vereadores: A antiga Câmara de Vereadores foi utilizada pelos primeiros representantes do Poder Legislativo e Executivo de Nova Petrópolis, isso já no ano de 1955. Atualmente, o prédio abriga a Biblioteca Municipal da cidade, tornando-se um ponto turístico muito importante do município, pela história e cultura que preserva em cada traço.

5. Moinho Rasche: Um patrimônio histórico da cidade desde 2005, o Moinho Rasche foi construído pela família Rasche no ano de 1953 e possui dois pavimentos, além de um subsolo. Antigamente, era utilizado para produção e estocagem de farinha. Com reinauguração em 1º de maio de 2008, após uma grande restauração do prédio, em que foi modificada a estrutura de madeira do lugar, atualmente o Moinho abriga um espaço para café e uma sala de exposição. Ainda, logo que os visitantes chegam, já são recepcionados por funcionários prontos para contar histórias de antigamente de forma detalhada, levando a uma verdadeira viagem pelo passado.

Então, ficou curioso para conhecer isso e muito mais sobre a encantadora cidade de Nova Petrópolis? Basta acessar o site do clube Candeias, no endereço eletrônico www.candeias.com.br, e se informe sobre isso e muito mais. Agende já a sua viagem e confira de pertinho o melhor que a Serra Gaúcha reserva para você e sua família.


Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?