A beleza regional de Catas Altas

Do ecoturismo ao turismo histórico-religioso, passando pela gastronomia típica e a tradicional produção de vinhos e fermentados de jabuticaba, o que não falta em Catas Altas são opções de lazer.

Com cerca de 5 mil habitantes, Catas Altas é uma pequena cidade histórica do interior de Minas Gerais. A paisagem natural e cultural – formada por uma combinação de serras com picos de até 2000 metros de altitude, cachoeiras, ruas de pedra, casas e igrejas coloniais preservadas – encanta todo tipo de turista.

O município está localizado a 120 km da capital do estado, Belo Horizonte e a 65 km da conhecida Ouro Preto. Compõe o roteiro do Circuito do Ouro e fica aos pés da Serra do Caraça, o que garante um cenário realmente deslumbrante.

Do ecoturismo ao turismo histórico-religioso, passando pela gastronomia típica e a tradicional produção de vinhos e fermentados de jabuticaba, o que não falta em Catas Altas são opções de lazer. Abaixo uma seleção dos principais pontos turísticos:

Centro Histórico

O centro histórico de Catas Altas está situado ao redor da Igreja Matriz de Nosso Senhora da Conceição. Esse é verdadeiro cartão-postal da cidade, uma vez que reúne em uma só paisagem tudo aquilo que constitui a sua beleza.

A construção da Matriz de Nossa Senhora da Conceição teve início no século XVIII e, apesar de sua edificação ter ficado inacabada, foi tombada como Patrimônio Histórico e conta com obras de arte de artistas mineiros reconhecidos mundo afora: Aleijadinho, Francisco Vieira Servas e Mestre Ataíde.

Nessa área central também é possível conferir o Solar João Vieira da Silva (Sede da Prefeitura), o Casarão Dr. Moreira (Secretarias Municipais) e o Casarão Dico Muniz (Sede da Câmara). Além disso, pode-se contar com a facilidade de bancos, padarias e restaurantes próximos.

Complexo do Caraça

Sem dúvida, o Complexo do Caraça (ou Parque Natural do Caraça) é a atração mais famosa de Catas Altas. O conjunto arquitetônico do Santuário, formado pela igreja e pelo prédio do antigo colégio, integram o Complexo, juntamente com uma área de 12.471 hectares de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN).

O Santuário do Caraça foi fundado em 1774 e sua igreja é considerada a primeira igreja neogótica do Brasil. A construção patrimonial chama atenção pelo seu belo estado de conservação, por estar cercada de jardins e pelo espetáculo natural fornecido pelo agrupamento de montanhas e cachoeiras da Serra do Caraça.

Capela de Santa Quitéria

A construção da Capela de Santa Quitéria, cujo nome oficial é Capela de Nossa Senhora do Carmo, também remota ao século XVIII. Ela está instalada de costas para a Serra do Caraça e no alto de um morro, garantindo igualmente uma vista de tirar o fôlego.

A modesta capela só abre uma vez ao ano para missas e demais festejos tradicionais em homenagem à Santa. Vale citar que, ao seu lado, está enterrado o Capitão Edward Hosken que, a despeito de ser muito rico, não era católico, por isso foi impedido seu sepultamento no interior da capela.

Bicame de Pedra

O Bicame é um aqueduto de cerca de 100 metros – originalmente contabilizava 13 quilômetros de extensão – totalmente construído com pedras encaixadas no ano de 1792, por escravizados. Seu objetivo era conduzir a água da Serra do Caraça até a cidade de Catas Altas, mais propriamente para as fazendas de mineração.

Ao conhecer o Bicame de Pedra, além do encantamento produzido pela paisagem, é possível entrar em contato com a historia da região, uma vez que o local faz parte da Estrada Real — aliás, ele foi eleito uma de suas 21 Maravilhas. Permite-se, inclusive, subir as escadas laterais para contemplar o canal da água que por ali passava e a vista de toda a cidade.

Em Catas Altas é possível encontrar outros monumentos históricos, culturais e religiosos como a Igreja do Rosário, a Capela do Nosso Senhor do Bomfim, o Balneário do Morro D’Água Quente, além das incontáveis trilhas que levam a cachoeiras e picos.

Como se tudo isso não bastasse, vale a pena se programar para participar da tradicional Festa do Vinho. Então, que tal aproveitar o período de isolamento social para planejar uma viagem inesquecível para Catas Altas?

O Clube Candeias, o maior clube de férias do mundo, dispõe aos associados uma série de vantagens, entre elas a rede integrada, com mais de 500 mil opções em hospedagens pelo mundo. Clique aqui e saiba mais.




Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?