Dicas para planejar uma viagem de mochilão

Quando alguém fala em mochilão, logo pensamos em viagem de jovem, muito longa e recheada de perrengues. No entanto, essa prática não tem idade nem prazo definidos. E, para evitar os famosos perrengues, separamos algumas dicas e informações essenciais para você planejar seu mochilão.

Antes de tudo, uma viagem desse tipo pode ser realizada por todas as pessoas, desde as mais aventureiras, que desejam passar meses conhecendo países exóticos, até aquelas mais contidas, que buscam viagens mais curtas por continentes como América e Europa, por exemplo. Em todo caso, os benefícios de viajar sem um vínculo formal com uma agência são vários, como a economia financeira e a possibilidade de conhecer a região de uma maneira totalmente diferente da tradicional. Por isso, se você ficou com vontade de pegar uma mochila e sair por aí, veja nossas dicas:

1 – Data da viagem

Esse passo deve ser pensado com muito cuidado, pois definirá tanto o clima que você enfrentará na viagem como também os preços. O ideal para esses casos é não ter uma data definida, mas se a sua viagem precisa ser realizada nas férias, tudo bem, ainda será possível conseguir bons preços e clima agradável.

2 – O destino

Nesse momento, talvez você já tenha em mente o destino dos seus sonhos – aquele lugar que deseja muito conhecer. Mas não se esqueça de pensar racionalmente em questões como o orçamento e como estarão os fatores climáticos durante o período que você determinou no passo anterior.

Caso você seja do time dos aventureiros e não tem preferência definida de local e data, é interessante planejar um roteiro baseado em oportunidades de passagens aéreas mais em conta, assim você poderá economizar e visitar mais regiões.

3 – Documentos e vacinas

Não se esqueça de pesquisar sobre os vistos e quais vacinas são necessárias para entrar nos países que deseja conhecer. A falta de um documento ou comprovante de vacinação pode estragar seu mochilão.

4 – Seguro de viagem

Como os mochilões têm a característica de serem viagens independentes de agências, itens como seguro e roteiro são tarefas suas. Alguns países têm o seguro como item obrigatório, outros não fazem essa exigência. No entanto, as vantagens de possuir um seguro viagem são muitas, principalmente se você estiver indo sozinho. Imagina estar em outro país, sem serviços públicos, longe da família e ocorrer uma emergência? Não se esqueça desse importante passo.

5 – Câmbio

Se o seu mochilão inclui países diferentes, essa etapa é ainda mais importante. É preciso pensar bem nos melhores momentos para trocar seu dinheiro e nas formas de pagamento que você precisa priorizar.

Para sua maior segurança, vale a pena pensar em mais de uma opção, em caso de imprevistos.

6 – Roteiro

Essa é a parte mais aguardada e divertida do planejamento, certamente. Mas não deixe a emoção tomar conta e mantenha a cabeça no lugar. Defina com cautela qual será a ordem de visitação de cada local e quanto tempo você pretende permanecer neles.

O melhor é investir em qualidade e não quantidade. Às vezes será mais vantajoso conhecer menos países aproveitando bem o que eles têm a oferecer do que ter muitos carimbos no passaporte e decepções quanto aos destinos.

Depois disso, é só fazer as reservas necessárias e preparar as malas, ou melhor, a mochila.

Clube de Turismo

Para garantir hospedagens de qualidade que caibam no seu bolso, conte com a rede integrada do Clube Candeias. São mais de 500 mil opções de hospedagem em todo o mundo para que você consiga aproveitar a viagem com tranquilidade. Com o Clube Candeias você curte cada momento de sua viagem e tem a certeza de, no fim do dia, ter um ótimo local para descansar.

Saiba mais aqui.




Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?