Mala de viagem: o que levar em seu destino de inverno

No Brasil, existem algumas opções para turismo de inverno. Encarar o frio em uma viagem faz todo o sentido, desde que todas as precauções sejam devidamente observadas.

Quando se fala em viagem turística, normalmente se pensa em férias, consequentemente, sobretudo no Brasil, se pensa em verão. Entretanto, como ficam os preparativos para uma viagem destinada a enfrentar a estação mais fria do ano?

As preferências são muito variadas. Há quem goste mais do calor, quem goste mais do frio e os meios termos. Fugir do calor é mais comum do que se pensa, ainda mais para quem vive num país tropical sul americano. Todas as estações são propícias para bons tours pelo mundo. Quem não apreciaria um bom fondue, ou degustar um bom vinho em um restaurante estilo europeu, observando os flocos de neve pelas janelas? No Brasil, existem algumas opções para turismo de inverno. Encarar o frio em uma viagem faz todo o sentido, desde que todas as precauções sejam devidamente observadas. O inverno pode ser uma estação muito bonita, porém, também perigosa. No território brasileiro a escala de frio pode começar, por assim dizer, entre 10 a 5 graus, mas o que fará a verdadeira diferença será o grau zero de temperatura.

É muito importante deixar bem claro que, na medida em que as temperaturas chegam à escala abaixo de zero, as roupas de “frio” precisam ser substituídas pelas do verdadeiro frio. Ou seja, é necessário proteger-se para, deste modo, apreciar um inverno sem riscos para a saúde. Algumas dicas sobre essa precaução são de grande importância, já que no Brasil as pessoas não têm uma ideia precisa do que é um inverno rigoroso, com exceção de algumas regiões dos três Estados do sul do país.

Com relação à escala de 10 graus, mais branda, porém, não menos fria, existe maior facilidade de se encontrar peças de roupas adequadas para incluir na bagagem. No entanto, como o inverno em países europeus tende a ser imprevisível, mesmo com estações bem definidas, um conselho valioso está em manter, em fácil acesso, uma jaqueta para vestir caso o frio aperte, seja durante o dia ou à noite.

A relação de itens para bagagem de inverno em regiões com até 10 graus pode ser a seguinte: uma jaqueta de couro; os Pulôvers de Lã; os cachecóis de linha; jeans; camisa ou camisetas básicas; para mulheres, saia com meia calça; Bota de cano alto; roupas íntimas normais e meias normais de algodão. Básico.

No que tange aos 5 graus, o clima começa realmente a baixar e o frio tende a invadir cada vez mais os espaços. Nesse caso, o número de peças a serem adicionadas não chega a aumentar significativamente, porém, todos os detalhes devem ser observados. Uma temperatura nessa escala afeta todas as extremidades do corpo, mãos, pés, orelhas, nariz. Assim, alguns itens são ideais para inclusão na bagagem de uma viagem a alguma região que esteja passando por essa temperatura:

Os pulôveres de lã; os cachecóis de lã; casaco de lã ou sobretudo; jeans; camisa ou camisetas básicas. Para mulheres, saia com meia calça; botas de preferência forradas de lã no interior; meias bem grossas e altas ; roupas íntimas normais e, para completar a proteção integral: gorros.

Com relação à escala de Zero Grau, todo cuidado pode ser pouco, assim, gorro, roupas de lã e térmicas são imprescindíveis. A relação de itens essenciais é, neste caso, ou seja, o de 0°C, o seguinte: utilizar sempre casaco de lã ou um sobretudo; casacos de tipo “edredom” ou “Michelin” para quem sofre mais; todo tipo de cachecóis de lã; jeans retos; camisa e camisetas térmicas para utilizar por baixo das roupas mais grossas; bota forrada de lã interior e com sola de borracha; meias bem mais grossas e altas; gorros e luvas são imprescindíveis e a meia-calça para mulheres.

É possível manter-se elegante e protegido contra rigorosos invernos, durante períodos de turismo. Outra dica muito importante está em adquirir peças de vestuário nas regiões ou países, já que, estando em uma região muito fria dificilmente o turista será enganado com produtos de má qualidade na proteção contra baixas temperaturas.

A melhor alternativa para viagens em todas as estações do ano está no Clube Candeias, o maior clube de turismo programado em todo o Brasil, com 50 anos de tradição, e um dos maiores do mundo. Todos os seus associados dispõem de estruturas completas para hospedagens, para o lazer e a recreação nos mais diversos níveis. Todo membro deste clube pode realizar reservas por meio da plataforma online, com mais de 500 mil opções de hospedagem localizadas nas regiões mais interessantes em todo o mundo. Saiba mais aqui.


Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?