Passaporte: fazer uma cópia ou andar com o original?

O passaporte é muito importante nas viagens internacionais, dessa forma, os cuidados com este documento devem ser redobrados.

Viajar pode ser sinônimo de alegria, novidades, descanso e aventuras. Entretanto, alguns cuidados sempre devem ser tomados para evitar imprevistos e prevenir que suas férias tornem-se sinônimo de dor de cabeça e estresse, em especial com os documentos a serem levados.

O passaporte é de suma importância quando tratamos de viagens internacionais, por isso, os cuidados com este documento devem ser redobrados. Então, a resposta ideal para a pergunta sobre “andar com o original ou fazer uma cópia” seria: ande com o original sempre que necessário e, independentemente disso, tenha cópias – completas, de todas as páginas. Vale cópia impressa, colorida e, de preferência, autenticada em cartório. Também é bom ter uma cópia em formato digital, salva em seu computador – e-mail, sua nuvem na web, em um pendrive ou cartão de memória ou, até mesmo, em seu celular.

O que importa é que, em caso de perda ou extravio do original, você tenha um recurso que o auxilie a obter um novo passaporte o mais rapidamente possível. Afinal, em quase todas as situações em que se exige um passaporte, aceita-se apenas o original – mas uma cópia para casos de emergências certamente pode salvar seu dia.

Entretanto, existem dicas valiosas que podem auxiliar para que não haja a necessidade de recorrer às cópias, transitando em segurança com seu passaporte original. Vamos comentar algumas delas:

Para quem prefere levar o passaporte como uma verdadeira jóia, juntinho a si o tempo todo, o ideal é utilizar-se de um porta-dólar, também chamado de doleira – aquelas pequenas “pochetes”, de fina espessura, que são utilizadas por baixo da roupa. As doleiras são perfeitas para levar em segurança e com discrição todos seus documentos de maior importância, e também seu dinheiro. Já as pochetes propriamente ditas são maiores, mais vistosas e utilizadas por cima da roupa, perdendo em discrição, porém ainda mantendo seu passaporte sempre à mão.

Caso opte por levá-lo em sua bolsa ou mochila, lembre-se de não utilizar os bolsos e partes externas, de fácil acesso. Mantenha-o na parte interna – e longe de produtos líquidos, corrosivos ou de qualquer outro material que possa danificar seu documento. Além disso, mantenha-o envolto em capa impermeável.

Importante também, é manter a atenção e não deixar sua bolsa em qualquer lugar! Deixar o passaporte em sua mala de viagem é outra opção, porém é importante que seja uma mala com dispositivos de segurança que garantam sua inviolabilidade – como cadeados com senha, por exemplo. Ainda assim, é um risco, pois os extravios de malas em aeroportos e similares, infelizmente viraram rotineiros.

Alguns turistas, tão logo chegam a seu local de destino, optam por guardar o passaporte no cofre do hotel. Para garantir que essa opção seja segura, é muito importante conhecer a reputação do local e seu sistema de segurança.

E então, já decidiu o que fazer?

Temos mais uma dica preciosa para finalizar: se você é um apaixonado por férias, viagens e novas experiências, o Clube Candeias tem mais de 500 mil opções em hospedagem na rede integrada, além de inúmeras vantagens para seus associados. Saiba mais aqui.


Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?