Pensando em ecoturismo? Mambaí é a nossa dica

Imagine um lugar que reúne ecoturismo, aventuras e paisagens deslumbrantes no meio do cerrado. Esse local é Mambaí, município goiano a cerca de 315 km de Brasília.

A cidade é conhecida por seus diversos rios, cânions, cachoeiras, trilhas e cavernas: cenário ideal para a prática de rapel, tirolesa, pêndulo, entre outras atividades.

Separamos alguns lugares inesquecíveis para você conhecer nesta fascinante cidade brasileira:

Poço azul

Um dos lugares mais encantadores de Mambaí certamente é o Poço Azul – que, na verdade, são três. Com águas cristalinas (tom azul ou verde dependendo da época), agradáveis e calmas, este paraíso é composto por três piscinas naturais. Ambas possuem cachoeiras e os poços são bem perto um do outro.

O local se encontra em uma propriedade particular e o acesso se dá por trilha. São aproximadamente 4 km de caminhada, que na maior parte do tempo é tranquila, mas possui algumas descidas de pedras que exigem um pouco mais de atenção.

As trilhas são um pouco demoradas, então a dica é se planejar para ir cedo. Também é recomendável levar água e lanches para curtir o passeio com tranquilidade.

Cachoeira do Funil

Para quem gosta de praticar rapel em meio a uma paisagem fabulosa, a Cachoeira do Funil é o lugar.

São 50 metros de descida da cachoeira que segue por dentro de uma caverna. O acesso até ela é fácil, uma trilha de pouco menos de 1 km. Além do rapel, também é possível praticar pêndulo.

É possível chegar à parte de cima da cachoeira, ou então pela caverna onde ela deságua. Se der sorte, ainda pode ver um belo arco-íris no meio das águas.

Cachoeira do Alemão

Ao contrário da Cachoeira do Funil, a Cachoeira do Alemão é mais para quem é fã de tranquilidade. A queda d’água forma um poço raso, muito tranquilo e agradável.

A trilha também é super tranquila: apenas 200 metros. Ela é apta a ser feita por idosos ou crianças

Caverna das Dores

Esse é outro lugar maravilhoso para quem curte rapel. A aventura consiste em adentrar a caverna descendo pela claraboia, ou seja, uma fenda no topo dela.

Olhando a claraboia de cima para baixo é escuridão total. Porém, basta descer um pouco para deslumbrar as estalactites e outras belíssimas formações de dentro da caverna.

Para quem não é muito fã de rapel, também é possível acessar o interior da caverna por uma pequena trilha. O acesso até a Caverna das Dores é fácil: pouco mais de 500 metros de caminhada.

Trilha do Cancão Danado

Este atrativo é bem recente na cidade, pois foi aberto ao público no início de 2021.

A trilha é de dificuldade média. Quem percorre, passa por dois cursos de água e ao final encontra um rio com uma bela queda d’água. É possível sentar e deixar a força da cachoeira fazer uma boa massagem nas costas.

Viaje com o Clube Candeias

Para aventuras ou apenas um bom descanso, o Clube Candeias é o parceiro ideal. Ele é simplesmente o maior clube de férias do mundo, com mais de 500 mil opções de hospedagem pela rede integrada.

E tem mais! Associados podem participar de um programa de recompensas – cada hospedagem realizada na rede integrada, gera pontos para serem usados nas unidades próprias do Clube.

Clique aqui e aproveite os benefícios.




Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?