Pratos típicos da culinária local da região Sul do Brasil

Um dos pontos mais gostosos em uma viagem é também experimentar a diversidade da gastronomia local. Conhecer novos pratos, aromas e sabores traz ao viajante uma experiência única de estar em contato com uma cultura, muitas vezes, bem diferente da sua, gerando uma aproximação sensorial completa e uma experiência repleta de diversidade.

Conhecer bons restaurantes, provar temperos novos, comidas típicas diversas, enfim, experimentar a culinária local, é uma maneira também de se inserir no local visitado e ter um aprendizado completo, afinal, conhecer a comida de um povo é também conhecer suas origens e história.

O Brasil, dividido em suas cinco regiões tão diferentes, possui uma diversidade culinária e regionalizada com enormes diferenças. Praticamente, é como se cada uma delas fosse única, já que foi inserida em seu próprio ambiente e adquirida conforme a colonização e crescimento de seu povo.

A região Sul, por exemplo, foi palco de uma grande diversificação de imigrantes europeus como Portugal, Alemanha, Itália e Ucrânia, além de sofrer influência dos países de fronteira como Argentina e Uruguai. A região, por possuir clima mais frio, também possui uma característica de pratos mais pesados, doces e a presença forte da carne, a depender do local dentro do Sul a que estamos falando.

O Churrasco Gaúcho é um dos pratos mais conhecidos da região e, provavelmente, uma das maiores influências argentinas na região. Bons cortes de carne, assadas em uma grelha ou no espeto no chão, acompanhadas de arroz, salada, farofa, pão. Acompanhando a conversa, sempre o famoso chimarrão, produzido da erva mate e símbolo da cultura sulista.

Outro prato feito com carne e bastante peculiar é o Barreado, prato mais característico de cidades costeiras do Paraná – por ser considerado um prato típico dos caboclos do litoral paranaense em que se utiliza toucinho e tomate, misturado com farinha de mandioca e banana amassada. Também nesta linha, a Paçoca de Pinhão com carne assada, prato típico do Rio Grande do Sul, feito apenas nas épocas do pinhão, mistura uma espécie de farofa do fruto servida junto com carne de boi e porco.

Mas, nem só de carne vive o Sul. A receita tradicional de Tainha na Telha – encontrada na Ilha de Santa Catarina – é também sazonal, ocorrendo nos meses de abril e julho. Nessa época, os mares esfriam e os cardumes deixam o Sul em direção ao Norte, para se produzir e, assim, são pescados para a confecção do prato nas regiões litorâneas.

Além do peixe, a região também teve uma grande influência italiana traduzida na presença da Polenta e também de massas, como a Sopa de Capeletti. O café colonial, costume alemão, conta com uma variedade de pães, tortas, bolos, biscoitos, doces e, até mesmo, carne de porco e pastéis.. A Alemanha também deixou de herança a presença de doces como a Cuca e a torta de maçã.

O Sul é uma região belíssima, com culinária extraordinária e também um dos locais que o Clube Candeias está presente. São mais de 50 anos de tradição e diversas vantagens como a rede integrada (com mais de 500 mil opções de acomodações pelo mundo) que atende os mais diversos tipos de viajantes.

Para mais informações, clique aqui.




Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?