Saiba o que fazer caso a sua bagagem seja extraviada

Tags, adesivos, cores e identificadores específicos, tudo é válido no momento de diferenciar a mala para evitar problemas com bagagem extraviada.

Ter a bagagem extraviada é uma possibilidade que pode ocorrer com qualquer passageiro e fazer com que sua viagem se transforme em um verdadeiro pesadelo. Afinal, imagine as complicações e dores de cabeça que seria chegar a um local desconhecido, exausto da viagem, distante de onde mora e não ter a mínima ideia de onde estão os pertences pessoais!

Por isso, preparamos esse post com algumas dicas práticas para que você possa reduzir o risco de bagagem extraviada. Confira e saiba como se prevenir!

Etiquetas antigas

É importante conferir o processo de pesagem e de etiquetagem da bagagem – que deve apontar o local de destino. Aproveite para tirar todas as dúvidas sobre quais os procedimentos para a retirada, como, por exemplo, o que fazer em caso de conexões. Além disso, sempre retire as etiquetas de voos antigos, assim, diminui as chances de fazer confusão.

Use cadeados

Não descuide da mala por mais seguro e pouco movimentado que o aeroporto possa parecer. Isso vale para o saguão, banheiros, praça de alimentação e etc. Sempre preste atenção na sua mala ao colocá-la na esteira e nunca despache sem cadeados. Sobre esse ponto, vale pesquisar aquele mais adequado, uma vez que alguns países têm alguns modelos pré-aprovados para uso.

Diferencie a mala

Tags, adesivos, cores e identificadores específicos, tudo é válido no momento de diferenciar a mala para evitar problemas com bagagem extraviada. É uma forma muito simples que torna o processo de identificação mais fácil e rápido, especialmente se a sua for preta ou de um modelo muito comum.

Tire fotos

Essa prática simples é uma excelente forma de ajudar os funcionários da companhia em caso de extravio da mala. Em caso de perda, nem sempre as descrições são precisas e com uma foto tudo fica mais fácil!

Procedimentos em caso de bagagem extraviada

Assim que perceber que houve algum problema com sua mala, o passageiro deve procurar o atendimento da companhia aérea, portando o comprovante de despacho da bagagem. Depois, deve solicitar e preencher o Registro de Irregularidade de Bagagem.

Por fim, deve fazer uma queixa junto ao escritório da ANAC, no próprio aeroporto onde o problema foi verificado.

Esse procedimento pode ter poucas variações de acordo com estado ou país, por isso, vale a pena se informar com mais detalhes antes de embarcar.

É importante ressaltar que o registro dessa ocorrência deve ser feito em um prazo de 15 dias a contar a partir da data do desembarque.

Bagagem extraviada: Procon

O Procon deixa claro que a responsabilidade da bagagem, a partir do momento em que a pessoa faz o check-in, é da companhia aérea. Isso leva a outro ponto: as indenizações em caso de danos ou de perda da mala.

Caso o passageiro queira, ele pode fazer uma declaração sobre os valores da bagagem que foi despachada. A empresa aérea tem autonomia para verificar o conteúdo e, até mesmo, cobrar um adicional em relação ao valor declarado. De qualquer forma, a dica de especialistas é evitar ao máximo transportar altos valores nas bagagens.

Caso a companhia não queira ou não aceite reembolsar o valor que o passageiro considera como justo, a opção é procurar a justiça. Nesse ponto, uma sugestão é fazer isso junto aos tribunais de pequenas causas – onde as indenizações pleiteadas podem chegar até R$20 mil – e não raro os passageiros e as companhias chegam a um acordo bom para os dois lados.

Esses são os pontos mais importantes com relação aos cuidados, riscos e procedimentos em caso de bagagem extraviada. Vale a pena ficar de olho neles e procurar se informar o máximo possível. Como apontamos no início: nada pior do que chegar a um lugar e não saber onde estão nossas coisas!

Pensando em viajar?

Conheça as vantagens do Clube Candeias – o maior clube de turismo programado do Brasil. Estruturas excelentes, preços incomparáveis, hospedagem integrada e muito mais! Clique aqui e saiba mais.


Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?