Tudo o que você precisa saber para conhecer a Ilha de Marajó

A Ilha de Marajó possui muitas belezas e, certamente, os turistas que a visitam ficam encantados!

Localizada no Pará, Estado do Norte brasileiro, a Ilha de Marajó é paradisíaca e muito procurada pelos turistas. Situada no encontro do Rio Amazonas com o Oceano Atlântico, se trata de uma Ilha costeira do tipo fluviomarítima (a maior do mundo) e pertence à Área de Proteção Ambiental (APA) do Arquipélago do Marajó.

Originalmente, a Ilha era povoada por indígenas, que produziam a chamada cerâmica marajoara – tradição que ainda vive pelas mãos dos artesãos locais. Acredita-se que o nome da Ilha -Marajó – é originário do tupi Mbara-yó e quer dizer "tapamar'', ou "anteparo do mar".

Como em grande parte da região amazônica, o clima na Ilha de Marajó é bastante chuvoso, nessa época, aproximadamente, 2/3 da Ilha ficam alagados. Dessa forma, recomenda-se que a visitação turística ocorra entre os meses de junho a janeiro, período em que as chuvas são mais amenas e o calor não é tão intenso.

Para chegar até a Ilha é necessário, primeiramente, ir à Capital do Pará, Belém e, de lá, prosseguir viagem em barco ou balsas. Existem balsas para transporte de veículos, de forma que os turistas que desejarem, podem alugar um carro para seu deslocamento na Ilha. Também é possível se locomover até a Ilha em um pequeno avião, operado pela empresa TWO.

Com mais de 40 mil km² de extensão e cerca de 250 mil habitantes, a Ilha de Marajó abriga doze municípios paraenses. A região ocidental da Ilha permanece mais selvagem, com florestas densas e úmidas e de difícil acesso. Os municípios mais acessíveis e povoados localizam-se na região oriental e sua Capital é a cidade de Breves, sendo que os municípios de Soure e Salvaterra são os mais visitados pelos turistas. Ambos contam com boas opções de hospedagens, simples e confortáveis e com pontos turísticos que atraem muitos visitantes.

Um dos símbolos da Ilha de Marajó é o Búfalo e, em alguns locais, é possível ter contato direto com o animal. Em Soure, recomenda-se um tour pela Fazenda São Jerônimo – que inclui paisagens incríveis, trilhas em meio à natureza e até passeio de canoa. O retorno até a sede da Fazenda é feito no lombo dos búfalos. Outras fazendas da região também oferecem excelentes passeios turísticos, como as Fazendas Bom Jesus, Sanjo e Araruna.

Por se tratar de uma Ilha fluviomarítima, obviamente as praias de Marajó merecem destaque no roteiro dos turistas, contando com visual belíssimo e opções de praias de águas salgadas e doces. No município de Soure, as mais conhecidas são a Praia da Barra Velha e a Praia do Pesqueiro. Em Salvaterra, temos a Praia Grande, e entre Salvaterra e Joanes localiza-se a Praia de Jobim, com águas doces. A Praia de Joanes, por sua vez, conta com ruínas de construções jesuítas do período da colonização, além de ótima infraestrutura com bares e restaurantes.

Com cultura e economia que geram uma identidade peculiar, a Ilha de Marajó traz muitas belezas e, certamente, os turistas que a visitam ficam encantados!

Quer conhecer a Ilha de Marajó ou outros locais turísticos incríveis? Torne-se um associado do Clube Candeias! O maior clube de turismo programado do Brasil oferece inúmeras vantagens, entre elas mais de 500 mil opções em hospedagem na rede integrada pelo mundo todo. Saiba mais aqui.




Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?