Vai viajar e levar seu pet? Veja as regras para transportar animais em voos

Uma dúvida frequente das pessoas que têm animais de estimação é o que fazer para levar o pet em uma viagem de avião.

Existem regras, documentos e cuidados necessários para tornar a viagem possível. Se você quer levar o seu animal de estimação em uma viagem de avião e não sabe como proceder, confira as dicas neste artigo.

Quais cuidados devem ser tomados?

O primeiro cuidado deve ser a realização de um planejamento para fazer a viagem.

Decidir levar o pet de última hora nunca é uma boa ideia, já que diversos detalhes precisam ser levados em consideração. Por isso, caso queira levar o seu animal de estimação na viagem de avião, fique atento aos seguintes detalhes:

  • As companhias aéreas apenas aceitam animais de estimação dentro das caixas de transporte. Elas devem ser seguras e contemplar as medidas específicas para que o pet viaje com conforto. Não se pode levá-los no colo ou em poltronas. O local será sempre na cabine, debaixo da poltrona da frente, ou no porão da aeronave.
  • Os pets só podem viajar na cabine se a soma do seu peso com o da caixa transportadora não ultrapasse o exigido pela empresa aérea escolhida. A gol, por exemplo, permite até 10 kg. Já a azul permite até 5kg. Consulte as regras de cada empresa antes de comprar a passagem.
  • Viajar em um espaço tão apertado como de uma caixa transportadora pode causar estresse no animal de estimação. Você deve acostumá-lo com o espaço. A dica é ir treinando nos dias anteriores à viagem para que ele se sinta confortável em ficar ali. Familiarize seu pet com a caixa, coloque brinquedinhos, comida. Vá aos poucos fazendo com que ele se sinta bem em estar ali.
  • Horas antes do embarque, alimente o pet e dê água a ele. Não é recomendado alimentação durante a viagem. Espere o máximo de tempo possível antes de embarcar para que o animal não precise ficar muito tempo preso na caixa transportadora.
  • Algumas pessoas usam calmantes para tornar a viagem mais tranquila aos animais de estimação. Mas isso não é indicado, pois esses tipos de medicamentos podem causar efeitos como ansiedade ou relaxamento muscular em excesso. O uso do calmante é apenas recomendado se o veterinário indicar. Fora isso, descarte a possibilidade.
  • Deixar seu número de contato. Isso pode ser feito tanto na coleira do animal, quanto na caixa transportadora. Apenas uma medida de segurança em caso de uma eventual perda ou extravio.

Quais são os documentos necessários?

Para fazer a viagem, seja ela nacional ou internacional, com o animal de estimação, é preciso ter em mãos alguns documentos exigidos pelas empresas aéreas. O certificado de vacinação é um dos mais importantes. A vacina antirrábica deve ser aplicada entre 30 dias e 1 ano antes do voo.

Outro documento que pode ser exigido é o atestado de saúde para viagens aéreas. É fundamental ir ao veterinário para obter esse documento. As companhias aceitam atestados com até 10 dias antes da data da viagem.

Para maior comodidade ao viajar com o seu animal de estimação, o Clube Candeias disponibiliza aos associados várias unidades próprias, em diversos locais no Brasil e no exterior. Assim você poderá levar o seu pet para curtir as férias junto com você!


Gostou deste artigo? Deseja receber mais conteúdos como este?